Cadastro Bolsa Família 2018

O Bolsa Família 2018 é um dos maiores programas de transferência de renda direta, que foi criado pelo Governo Federal no inicio deste século e que ganhou reconhecimento internacional. Através dele, milhares de famílias que vivem em situação de pobreza ou de extrema pobreza recebem esta ajuda financeira como uma espécie de complementação de renda mensal para que possam arcar com algumas despesas necessárias como, por exemplo, comprar alimentos e remédios. Para participar do programa, entretanto, é necessário que primeiramente a família realize o cadastro Bolsa Família.

Cadastro Bolsa Família 2018
Cadastro Bolsa Família 2018 – Veja como fazer a inscrição no Bolsa Família

Mas, o programa Bolsa Família 2018 não se restringe em conceder o auxilio financeiro mensal, uma vez que as famílias beneficiadas podem usufruir de outros benefícios ou programas desenvolvidos pelo Governo Federal e as instituições parceiras, como é o caso do CNH Social desenvolvido com o DETRAN dos estados participantes.

Cadastro Bolsa Família 2018

Para poder participar e ter direito a vários benefícios que são assim concedidos direta ou indiretamente é necessário que as famílias interessadas, através do seu membro chefe cadastre-se no Bolsa Família 2018.

Você sabe como funciona? Se a sua resposta foi não, fique tranquilo, pois escrevi este artigo para te ajudar a entender como se cadastrar no Bolsa Família 2018.

Como se cadastrar no Bolsa Família

O cadastro no programa Bolsa Família é simples e pode ser realizado a qualquer momento, ou seja, não existe um prazo determinado para que novas famílias interessadas possam realizar a inscrição para se submeterem ao processo de seleção.

Cadastro Cadúnico 2018
Cadastro Cadúnico 2018 – Como se cadastrar no Bolsa família

Em primeiro lugar, é necessário que a família esteja inscrita no CadUnico, que funciona como um pré-requisito, mas que não garante a entrada e recebimento do beneficio imediatamente. Desta forma, é necessário que o chefe da família procure a prefeitura de sua cidade para se informar e realizar o cadastro no CadUnico.

Documentos necessários

A dica é aproveitar a oportunidade e pedir também para que o atendente inscreva a sua família no programa Bolsa Família. Para isso você deve levar toda a documentação listada abaixo:

  • Documento de Identidade;
  • CPF;
  • Carteira de Trabalho;
  • Título de Eleitor;
  • Certidão de nascimento e/ou de casamento;
  • Fatura da conta de luz;
  • Comprovante de renda.

Documentos necessários de cada filho ou dependente familiar

  • Documento de Identidade ou certidão de nascimento;
  • Atestado de frequência escolar.

Feito o seu cadastro cabe a você esperar pela seleção. Caso queira confirmar se o seu nome consta na lista de famílias que fazem parte do CadÚnico é só acessar o site da Caixa através deste link (https://servicossociais.caixa.gov.br/internet.do?segmento=CONVENIADO01&credencial=EMAIL&base=SISUR01) onde precisará informar o seu email e sua senha de acesso.

Outra forma de verificação é por outro link da Caixa que você pode clicar aqui (http://www.caixa.gov.br/programas-sociais/bolsa-familia/Paginas/default.aspx). Na nova página aberta é só clicar sobre o botão “Consultar famílias beneficiárias” localizado a direita de sua tela.  Observe que existem três opções de consulta ao beneficio, a saber:

  • Consulta benefícios por UF: A consulta é feita por estados;
  • Consulta benefícios por município: É a forma de se consultar pelas cidades;
  • Consulta benefícios por família: O chefe da família deve informar o número do seu NIS e seu nome completo para ter acesso às informações.

Também será possível consultar o calendário Bolsa família 2018 para conferir as datas de pagamento do benefício.

O que Fazer Após realizar o Cadastro Bolsa Família 2018

Depois que realizou a sua inscrição no CadÚnico e também no Bolsa Família você deverá aguardar o processo de seleção que é feito pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, o qual realiza o procedimento de concessão de novos benefícios as famílias todos os meses.

Para ter ideia, assim que a inscrição é realizada, os seus dados são enviados imediatamente ao Ministério que irá analisar e decidir se a sua família deve ou não receber o Bolsa Família. Se você for contemplado pelo programa, receberá o comunicado do Governo Federal que sua inscrição foi selecionada, e em poucos dias receberá o cartão magnético que possibilitará fazer o saque do bolsa Família.

Inscrição Bolsa Família 2018
Inscrição Bolsa Família 2018

Por isso é importante que os seus dados estejam sempre atualizados, tanto no momento de inscrição quanto em todo o período que participar do programa Bolsa Família, pois o Governo manterá contato frequente contigo. Mas não é só isso, a atualização de cadastros é um dos elementos essenciais para a manutenção, bloqueio e até cancelamento dos pagamentos do programa.

Para não correr o risco de perder essa excelente oportunidade é só ficar atento a qualquer alteração que tenha que realizar e comunicar imediatamente ao atendimento do Bolsa Família de sua cidade para que possa fazer as atualizações necessárias.

Bolsa Família: Quem tem direito

O Programa Bolsa Família continua fazendo sucesso desde a sua criação em 2002 no governo de Lula que era o presidente da época. O programa consiste na transferência de renda as famílias brasileiras que se encontram em situação financeira mais difícil na sociedade, ou como o Governo Federal classifica quem tem direito ao bolsa família “aquelas que vivem em situação de extrema pobreza, cuja renda mensal é no máximo R$ 85,00 ou em situação de pobreza com uma renda, cujo valor fica entre R$ 85,01 e R$ 170,00 por cada individuo”.

Quem tem direito ao Bolsa Família
Quem tem direito ao Bolsa Família

Se o salário mínimo que se encontra reajustado para o ano de 2017 é de R$ 937,00 e ainda sim muitas famílias sentem dificuldade de viver com esse valor mensal, imagina para quem consegue contar com uma renda bastante inferior?

Foi pensando nisto que o Bolsa Família 2018 nasceu para ajudar justamente as famílias mais carentes a terem uma condição melhor, e incentiva-las através da remuneração extra a melhorarem a sua situação financeira para alcançarem o patamar mínimo do que se considera uma situação mais digna.

Bom, depois de tudo isso é provável que você esteja se perguntando: Mas como é definida a seleção dessas famílias, ou quais são os critérios exigidos para escolher realmente quem precisa dessa importante ajuda? Para essas e outras perguntas nada melhor do que continuar a leitura atenta deste artigo que abordará justamente esse assunto. Me acompanhe.


Quem tem direito ao Bolsa Família

Quem tem direito ao Bolsa Família 2018

O programa Bolsa Família destina um benefício mensal as famílias mais necessitadas como uma forma de distribuição de renda. Além do mais, os beneficiados podem participar de outros programas criados pelo Governo Federal que envolve a educação e a recolocação profissional para incentivar a busca por uma vida melhor.

Para ter direito ao Bolsa Família 2018, é necessário:

  • Ter renda mensal de até R$ 85,00 por pessoa para ter direito ao benefício para pobreza extrema;
  • Ter renda mensal entre R$ 85,01 e R$ 170,00 por pessoa para ter direito ao bolsa família regular.

As famílias que podem se inscrever do Bolsa Família são aquelas que se encontram financeiramente desfavoráveis e que são consideradas pobres e extremamente pobres.


Requisitos do Bolsa Família 2018

Requisitos do Bolsa famíliaPara receber e manter o direito de ganhar o benefício do Governo Federal é necessário que as famílias fiquem atentas e cumpram com os seguintes critérios estabelecidos:

  • As crianças e adolescentes com até 15 anos de idade devem ter uma frequência escolar mínima de 85%, já aqueles que tenham entre 16 e 17 anos devem comprovar a frequência mínima de 75%;
  • Devem estar em dia às carteiras de vacinação;
  • O pré-natal das gestantes precisa ser realizado e as mulheres que tenham entre 14 e 44 anos que amamentam precisam passar por acompanhamento médico;
  • As crianças que tenham até sete anos devem ser submetidas ao acompanhamento médico para o devido crescimento e desenvolvimento;
  • As crianças e adolescentes que tenham até 15 anos e realizam trabalho infantil devem ser dele devidamente retiradas e registrarem no mínimo 85% de frequência nos serviços socioeducativos;
  • É necessário a cada 2 anos realizar o recadastramento do bolsa família, ou sempre que esse for solicitado no extrato ou comprovante de pagamento do benefício.

Agora que você chegou aqui, aproveite para deixar a sua curtida no botão do Facebook. Não deixe de conferir também o calendário do bolsa família 2018 para saber as datas de pagamento do seu auxílio.

Valor do Bolsa Família 2018

E como geralmente estas famílias possuem crianças e adolescentes em sua composição, o Governo permitiu que aquelas que tenham meninos e meninas com idade máxima de 17 anos e que frequentam regularmente a escola, bem como as gestantes possam ter o direito de participar e usufruir o beneficio.

  • No caso das famílias extremamente pobres, ou seja, cujos membros recebem individualmente até R$ 85,00 não há esta imposição. Deste modo, independente da idade das crianças e adolescentes, as mesmas podem gozar do direito de receber o Bolsa Família.
  • Sendo assim, as famílias que atendem esses requisitos poderão receber o Bolsa Família, cujos benefícios podem variar entre R$ 39,00 e R$ 372,00 conforme o número de crianças, adolescentes e gestantes que fazem parte da composição familiar.

Dito em outras palavras, o saldo do Bolsa Família destinado a uma determinada família é o resultado de um cálculo realizado a partir da soma de quanto cada membro familiar conseguiu receber no mês. Na somatória final, divide-se o montante pelo número de pessoas que se encontram residindo na mesma casa, ou como alguns especialistas preferem chamar de “renda per capita” da família.

Como consultar Bolsa Família

O programa Bolsa Família é um dos maiores incentivos sociais as famílias brasileiras, pois através dele milhares de pessoas já saíram da condição de extrema pobreza ou pobreza e hoje possuem uma vida melhor e mais digna. Muitas pessoas, entretanto, ficam na dúvida, pois mesmo que beneficiadas, não abem como consultar bolsa família. Por isso, vamos explicar todos os passos para você consultar o saldo do bolsa família.

Como Consultar Bolsa Família
Como Consultar Bolsa Família

Inscrição Bolsa Família

Para participar do programa é necessário que as famílias estejam devidamente cadastradas no programa para poderem receber o auxilio do Governo através da Caixa Econômica Federal. Além do mais existe um calendário de pagamento do Bolsa Família que é divulgado todos os anos com as datas definidas de acordo com o final do NIS (Número de Identificação Social) que vai de 1 a 0.

Essa organização é muito importante, uma vez que o programa atende milhares de famílias em todo o país, e se não houvesse essa definição de datas acabaria causando um grande tumulto nas agências.

Acompanhar o Bolsa Família e fazer a consulta de seu saldo ou extrato é bem simples. Foi pensando nisso que resolvi escrever este artigo para te ajudar e mostrar as quatro formas simples disponíveis até o momento que facilitam a sua vida. Quer saber quais são? Continue comigo neste artigo.

Consulta através do Cartão Bolsa Família

A consulta com o Cartão Bolsa Família é uma das alternativas mais utilizadas pelos beneficiários. O Cartão é recebido após a solicitação e aceite do auxilio pelo programa que o envia em poucas semanas, para que você possa fazer o saque do seu beneficio com maior praticidade e segurança.

Cartão Bolsa Família
Cartão Bolsa Família

Para consultar o saldo através do Cartão Bolsa Família é simples, basta se dirigir até uma Casa Lotérica ou um caixa eletrônico da Caixa Econômica Federal. Caso queira, poderá também retirar o extrato da conta para visualizar todas as operações que realizou com o seu cartão.

Como medida de segurança, guarde o comprovante emitido e caso não precise mais dele rasgue ou queime. A mesma atenção deve ser dada a sua senha, jamais a forneça a estranhos para que não corra risco de furtos ou mesmo golpes. Além do Cartão Bolsa Família existem outras alternativas como se pode observar a seguir.

Consulta através do Cartão Cidadão

O Cartão Cidadão permite o acesso a diversos e importantes programas do Governo Federal como, por exemplo, o Seguro Desemprego e o FGTS. Mas grande parte dos beneficiários do Bolsa Família não sabem que através dele é possível fazer a consulta do referido beneficio.

Cartão Cidadão
Cartão Cidadão

Pois bem, se você não tem o Cartão Bolsa Família ou não sabe onde o colocou é só pegar o seu Cartão Cidadão e se dirigir até um caixa eletrônico da Caixa ou então em uma Casa Lotérica e fazer a consulta do seu beneficio da mesma forma que havia lhe explicado no item anterior, ou seja, de forma simples, rápida e fácil.

Consulta através da Conta Corrente

Outra dica para fazer a consulta do Bolsa Família 2018 é utilizar o cartão de conta corrente da Caixa, cujo procedimento é semelhante aos demais em que se utiliza cartões magnéticos. Caso faça o acesso através do caixa eletrônico poderá escolher visualizar os dados somente em tela ou solicitar a impressão do papel.

Como se trata de uma conta corrente é importante que se analise o extrato com bastante atenção devido às movimentações normais de suas operações.

Consulta através da Internet

O Governo Federal e a Caixa buscam facilitar cada vez mais o acesso aos seus principais serviços, e por isso criou alguns canais virtuais que possibilitam às milhares de pessoas a acessarem as principais informações.

Para consultar o Bolsa Família você pode acessar o site da Caixa (http://caixa.gov.br/), clicar sobre “Benefícios e Programas” e procurar em “Programas Sociais” a opção “Bolsa Família”. Na nova página, além de todas as informações sobre o programa você encontra no lado direito o botão “Consultar famílias beneficiárias”. Entretanto, se seu bolsa família estiver bloqueado, não será possível consultar o saldo do benefício.

Você poderá fazer a consulta das famílias pelo Estado, pelo município ou então por família. Se, por exemplo, você preferir este último é só digitar o número do seu NIS (ou do responsável cadastrado no programa) e logo aparecerá ao lado o seu nome completo. Com as informações corretas é só clicar no botão “Consultar” para que uma nova janela surja com todos os dados do beneficio, inclusive se o mesmo já está ou não liberado para o saque.

Você pode fazer essa consulta a qualquer momento, dia e horário com a maior praticidade e conforto. Gostou dessa dica? Cadastre o seu email para receber outras que facilitarão o seu dia a dia.

Calendário Bolsa Família 2018

Milhares de famílias brasileiras ficam ansiosas no fim de ano para conferirem o calendário Bolsa Família 2018 com as datas de pagamento do benefício social. Como se sabe, a tabela é divulgada geralmente nas últimas semanas de Dezembro e possui vigência de um ano. É importante que os beneficiários sempre acompanhem as datas de liberação dos pagamentos, pois os mesmos possuem prazo de retirada de até 90 dias, ou seja, se você não ficar atento as datas poderá ficar sem o seu beneficio.

Calendário Bolsa Família 2018
Calendário Bolsa Família 2018

E, para te ajudar preparei este artigo para te alertar que o calendário Bolsa Família 2018 já está disponível para consulta Bolsa Família. Para saber quais serão as novas datas e outras informações relevantes, é só continuar comigo pelos próximos parágrafos. Me acompanhe!

Calendário Bolsa Família 2018

Todos os anos, o calendário do programa recebe atualização pela Caixa Econômica Federal que é a parceria do Ministério do Desenvolvimento Social. Como é costume, os pagamentos mensais do beneficio são liberados na segunda quinzena de cada mês com os dias alternados conforme o último algarismo do cartão do beneficio que corresponde ao número final do NIS em que o beneficiário é cadastrado.

Calendário Bolsa Família 2018
Calendário Bolsa Família 2018

Como nos anos anteriores, os pagamentos pelo calendário Bolsa Família 2018 são realizados em dias alternados para evitar possíveis tumultos e grandes filas nas agências da Caixa e Casas Lotéricas devido ao grande número de beneficiados do programa. Confira a nova tabela Bolsa Família 2017 a seguir.

Bolsa Família

O programa bolsa família é um dos maiores programas sociais existentes, ele beneficia milhares de família que estejam em condições de extrema pobreza.

O bolsa família tem a intenção de auxiliar as famílias em diversos aspectos, confira a seguir algum deles:

  • Combater a pobreza e outras maneiras de privação das famílias;
  • Promover acesso à rede de serviços públicos, como em setores da educação, saúde, assistência social e segurança alimentar;
  • Combater a fome e promover a segurança nutricional e alimentar.

Calendário Bolsa Família 2018

Quem tem direito ao Bolsa Família 2018

O programa Bolsa Família 2018 é destinado a amparar as famílias mais necessitadas da sociedade brasileira e para isso só podem participar aquelas que se encontram em situação de pobreza, cuja renda familiar é de no máximo R$ 170,00 por pessoa, inclusive crianças e adolescentes, e para aquelas famílias que estejam em situação de extrema pobreza. Neste caso, não devem ter rendimento mensal superior a R$ 85,00 mensais por pessoa.

  • A família que se enquadra nessa situação terá o direito de receber um beneficio no valor de R$ 85,00 como forma de complementação de renda familiar para que possa superar o estágio difícil em que se encontra.
  • Por outro lado, vale lembrar que os grupos familiares que possuem gestantes, nutrizes (mulheres que estão amamentando bebês), crianças e adolescentes com idade máxima de 17 anos recebem o chamado beneficio variável, que de acordo com o reajuste de 12,5% ficou assim:
  • A família receberá R$ 38,00 por cada criança cadastrada, sendo permitido cadastrar no máximo 5 crianças por cada grupo familiar;
  • A família receberá R$ 45,00 por cada adolescente cadastrado, sendo permitido até 02 jovens por cada grupo familiar (Para devidos efeitos de cálculo, consideram-se crianças os indivíduos com idade até 15 anos e adolescentes aqueles que possuem entre 16 e 17 anos de idade).

Consulta Bolsa Família

Para consultar o seu beneficio você pode escolher uma das seguintes alternativas, a saber: com o Cartão Bolsa Família ou Cartão Cidadão, com a Conta Corrente ou através da internet.

Caso prefira um dos dois primeiros cartões é só se dirigir a um caixa eletrônico da Caixa Econômica Federal ou então ir até uma Casa Lotérica para verificar o seu Saldo Bols Família 2018.

Para fazer a consulta com o cartão da conta corrente é necessário que seja cliente da Caixa. Assim é só fazer o procedimento normal igual a dos cartões anteriormente citados para verificar a situação do seu beneficio.

Já a consulta pela internet, por sua vez, pode ser feita no site da Caixa (https://www.beneficiossociais.caixa.gov.br/consulta/beneficio/04.01.00-00_00.asp) e você escolhe se deseja obter os dados do Bolsa Família 2018 por Estado, município ou por família cadastrada. Em qualquer um deles é só preencher o formulário correspondente com as informações solicitadas para ter acesso à área restrita do site.

A maioria dos usuários prefere fazer a consulta pela opção “família cadastrada” que é simples e rápido o seu acesso. Basta digitar o número NIS do responsável familiar que fez o cadastro no programa, verificar se o nome completo que aparece em seguida é o mesmo do titular e clicar sobre o ícone “Consultar”. Além de consultar os pagamentos de cada família, o portal da Caixa Econômica Federal ainda permite a consulta do Calendário Bolsa família 2018, desde que a família seja cadastrada no benefício social.

Na nova janela surgirão os dados específicos sobre o responsável familiar, assim como a cidade em que o cadastro foi realizado e a situação completa do beneficio, inclusive com a liberação ou não das parcelas do Bolsa Família.

Atenção: Se você estiver com o Bolsa Família Bloqueado, não será possível consultar o saldo do seu benefício até este ser liberado.

Viu como é simples acessar as informações essenciais sobre o programa Bolsa Família? Aproveite e compartilhe esse artigo com os seus amigos nas redes sociais.

Cadastro

O cadastro do bolsa família é muito fácil de ser realizado, o cadastro no programa é realizado individualmente. O recomendado é que você faça o cadastro o quanto antes, é por meio desse processo que a sua família receberá o benefício mensalmente.

Devemos lembrar que para realizar o cadastro no programa, você deve possuir cadastro ativo no programa CadÚnico (Cadastro Único), esse cadastro é feito pelas prefeituras municipais de cada cidade.

Cadastro Único

O programa CadÚnico funciona como um sistema de coleta de informações e dados, com objetivo de identificar as famílias em situações precárias e de baixa renda existentes no Brasil. É permitido que se cadastrem no programa somente famílias com renda mensal de no máximo meio salário mínimo por pessoa.

Se você deseja se cadastrar, vá até a prefeitura municipal da sua cidade, com seus documentos pessoais e realize o cadastro.

Calendário Bolsa Família 2018

Após realizar o cadastro no CadÚnico, você deve encaminhar uma solicitação para participar do programa bolsa família 2018. Para isso, o titular responsável pelo grupo familiar deverá  comparecer com os seguintes documentos:

  • Carteira de Trabalho;
  • Certidão de Nascimento ou Casamento;
  • Comprovante de Residência;
  • Comprovante de Renda;
  • CPF;
  • Identidade/RG;
  • Título de Eleitor.

Valor Bolsa Família 2018

Iniciar um ano novo significa fazer o reajuste dos valores como é comum o caso do salário mínimo. E no caso do Bolsa Família não é diferente, pois os valores novos já foram apresentados como você pode conferir a seguir:

  • O valor relativo à família para a superação da pobreza é de R$ 85,00 (um aumento de R$ 8 em relação ao ano anterior).
  • O valor do bolsa família relativo a cada criança que faz parte de um grupo familiar é de R$ 39,00 (um aumento de R$ 4 em relação ao ano anterior);
  • O valor relativo a cada jovem que faz parte de um grupo familiar é de R$ 45,00 (um aumento de R$ 3 em relação ao ano anterior);

Pagamento

O pagamento do bolsa família ocorre através do cartão cidadão, um cartão emitido pela Caixa Econômica Federal, banco parceiro deste programa social.  O cartão é emitido em nome do responsável pelo grupo familiar, e enviado para a sua casa através dos Correios.

Caso o seu grupo familiar seja um dos selecionados a participar do programa, você será contemplado com um valor determinado para com perfil da sua família.

Se você deseja saber se a sua família está na lista dos beneficiários do programa, basta que você acesse o site: www.beneficiossociais.caixa.gov.br e escolha a opção que você deseja acessar, como mostra na imagem abaixo:

Calendário Bolsa Família 2018

Após escolher o modo de consulta que você deseja, você deverá preencher um formulário solicitado com suas informações pessoais.

A Caixa é o banco que toma conta de grande parte dos processos relacionados ao bolsa família, como por exemplo, o registro de senhas, a entrega dos cartões, o pagamento dos benefícios mensalmente e também do novo calendário do bolsa família 2018. O grupo familiar pode realizar a retirada do pagamento do benefício através dos seguintes locais:

  • Em pequenos estabelecimentos comerciais conveniados a Caixa Econômica Federal;
  • Em Casas Lotéricas;
  • Em Agências da Caixa.

Contato

Todos os beneficiários do bolsa família possuem dúvidas sobre o programa, e para esclarecer essas dúvidas e ficar por dentro de todas as informações, existem alguns meios de comunicação disponíveis, confira alguns deles abaixo:

  • Internet: Ao acessar a página do novo calendário do bolsa família você terá disponível informações sobre a legislação do Programa Bolsa Família e do CadÚnico, Central de Sistemas e Instruções Operacionais.
  • Telefone: Basta discar o número 0xx61-3433-1500 que você terá atendimento da Coordenação de Atendimento da Senarc. O gestor do programa contará com um atendimento especializado e realizado por técnicos.
  • Telefone da Caixa Econômica Federal: Além dos métodos acima, você também poderá telefonar para uma agência da Caixa, por meio do número 0800 726 0104, o funcionamento do atendimento corre entre as 7 e as 20 horas. Ao realizar a ligação você receberá suporte em relação a municípios e estados, fazendo dessa forma, com que você esclarece problemas decotados na utilização de  aplicativos e sistemas, tais como: Sibec, CadÚnico e Conectividade Social.

 

Saldo Bolsa Família

As famílias beneficiadas com o Programa Bolsa Família recebem o referido pagamento todos os meses de acordo com o calendário bolsa família 2018, que é amplamente divulgado nos mais diversos canais disponibilizados pelo Governo Federal. Além disso, o Governo agora disponibilizou formas simples e rápidas de consultar o saldo Bolsa família, sem nem precisar sair de casa. Com o Bolsa Família, milhares de brasileiros recebem a assistência financeira que os auxilia a saírem da situação de pobreza ou extrema pobreza pela qual se encontram para terem uma condição de vida mais digna.

Saldo Bolsa Família
Saldo Bolsa Família

Mesmo sendo um dos programas de assistência mais populares e bem sucedidos do Governo Federal ainda há muitos brasileiros que possuem dúvidas quanto ao seu funcionamento e se esse é também o seu caso, fique tranquilo que você chegou ao artigo certo, pois irei te mostrar como é simples consultar o saldo do seu beneficio. Então, venha comigo!

Como consultar o Saldo do Bolsa Família

Não custa lembrar que a instituição financeira que realiza os pagamentos do Bolsa Família 2018 é a Caixa Econômica Federal que disponibiliza aos beneficiários um cartão magnético específico para que possam realizar os saques do programa.

Por meio deste cartão é também possível fazer a consulta do saldo e do extrato através dos caixas eletrônicos do banco. E como o objetivo do Governo Federal é de facilitar e ampliar o acesso a informação e serviços direcionados a população você conhecerá a seguir algumas alternativas disponíveis, que poderá utilizar para fazer a consulta do saldo do Bolsa Família sempre que precisar.

Como consultar o saldo através da internet

Outra boa opção que, em minha sincera opinião, é a mais pratica e cômoda é conferir o saldo Bolsa Família pela internet. Através do seu notebook, tablet ou smartphone você pode conferir os detalhes do seu benefício em qualquer lugar. Para isso, você deve acessar este link da Caixa (https://www.beneficiossociais.caixa.gov.br/). Na página “Tela de Identificação do Usuário” informe os seguintes dados solicitados:

  • NIS (Número de Identificação Social);
  • Sua senha (a mesma que você criou quando fez a solicitação do benefício).

Feito isso, é só clicar sobre o botão “Enviar” para ter o acesso à área exclusiva e verificar as informações disponíveis.

Consulta Saldo Bolsa família pela Internet
Consulta Saldo Bolsa família pela Internet

Além desta alternativa você pode também consultar o seu saldo diretamente no site da Caixa e procurar no menu de opções por “Programas Sociais” e depois clicar sobre “Bolsa Família”. Lá você encontrará várias informações sobre o programa, e poderá fazer a consulta através de um botão localizado no canto superior direito da tela ou ainda baixar o aplicativo do Bolsa Família no seu celular.

Como você mesmo pode observar existe várias alternativas, presenciais e virtuais a sua disposição que facilitam o acesso e acompanhamento do bolsa família 2018. Se seu benefício estiver bloqueado, entretanto, será necessário regularizar a situação antes de consultar o saldo. É só escolher a que lhe mais agrada e aproveitar!

Aplicativo Bolsa família

Se você possui um Smartphone, existe uma forma muito mais simples de consultar o Saldo Bolsa família: através do Aplicativo Bolsa Família. Essa aplicativo foi desenvolvido pela Caixa Econômica Federal, e pode ser baixado gratuitamente nas principais plataformas de telefones celulares – Windows Phone, iOS e Android.

O download do aplicativo do programa social é gratuito, e pode ser feito em praticamente qualquer celular.

Para baixar, siga os passos a seguir:

  1. Acesse a página dos aplicativos da Caixa Econômica Federal nesse link: http://www.caixa.gov.br/atendimento/aplicativos/bolsa-familia/Paginas/default.aspx
  2. Escolha a plataforma do seu dispositivo móvel;
  3. Baixe e instale o aplicativo;
  4. Acesse o aplicativo no seu celular ou tablet;
  5. Insira o Número do NIS do seu benefício – o número impresso no seu cartão Bolsa Família.

Pronto! Você já pode consultar o Calendário Bolsa Família 2018 e o saldo do Bolsa família, sem nem precisar sair de casa.

Como consultar o saldo através do Cartão Bolsa Família

Se você já possui o seu Cartão Bolsa Família poderá consultar o saldo do seu beneficio da seguinte forma: dirija-se até uma Casa Lotérica ou então um caixa eletrônico que pode ser de qualquer agência da Caixa e faça os procedimentos normais de acesso, e ao encontrar a opção “Saldo” no menu da tela é só clicar sobre ele para verificar qual é o valor disponível em sua conta.

Cartão Bolsa Família
Cartão Bolsa Família

Se, ao tentar conferir as informações do seu benefício, você receber a mensagem “acesso Restrito“, clique aqui para saber como proceder.

Como consultar o saldo através do Cartão Cidadão

Nem todo mundo sabe, mas é possível fazer a consulta do Bolsa Família por meio do Cartão Cidadão, o qual permite verificar outros importantes benefícios e programas do Governo Federal como, por exemplo, o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) e o Seguro Desemprego.

Cartão Cidadão
Cartão Cidadão

A consulta do Bolsa Família é feita de forma bastante simples e semelhante a primeira alternativa, ou seja, basta utilizar o seu cartão em algum caixa de autoatendimento ou em algum presente na agência da Caixa, assim como apresenta-lo nas Casas Lotéricas para fazer a consulta do Bolsa Família.

Atenção: Se você tiver o Bolsa Família bloqueado, não poderá consultar o saldo do seu benefício até regularizar a situação de saque do mesmo.

Como consultar o saldo através da conta corrente

Se você possui conta na Caixa e prefere fazer a consulta através desta opção deve seguir os mesmos procedimentos que já foram apresentados neste artigo: é só utilizar algum caixa eletrônico ou então se dirigir até uma Casa Lotérica para verificar o saldo atualizado do seu beneficio.

Vale lembrar que nesta opção você precisa ficar atento quanto aos detalhes do extrato, pois o mesmo apresenta toda a movimentação realizada da conta, e por isso é necessário observar com bastante calma e atenção.

Bolsa Família Bloqueado

O programa Bolsa Família 2018 ajuda milhares de famílias a superarem a condição de pobreza ou extrema pobreza para que possam ter uma vida mais digna e feliz. Todos os beneficiários do programa recebem mensalmente um valor específico para arcar com alguma despesa imediata como, por exemplo, a compra de um alimento ou mesmo de um remédio. Porém os beneficiários do programa precisam ficar atentos: quem não cumprir a risca as regras do programa, pode ter o Bolsa Família Bloqueado.

Bolsa Família Bloqueado
Bolsa Família Bloqueado

Além disso, as famílias beneficiadas pelo programa também podem participar de outros projetos do Governo como é o caso do CNH Social e os incentivos educacionais como o Pronatec que são mais uma força para melhorar a vida de quem se encontra desfavorecido socialmente.

Como se sabe, o pagamento do Bolsa Família é realizado todos os meses conforme o calendário do Bolsa Família 2018. Porém, em alguns casos pode ocorrer que o pagamento seja bloqueado o que acaba gerando um grande susto, pois a família passa a contar com essa importante ajuda do Governo Federal.

Quando ocorrem casos de bloqueio do beneficio dá para resolver o problema e voltar a receber o Bolsa Família normalmente, mas para isso é preciso observar alguns detalhes e rever as regras do programa. Veja a seguir o que se deve fazer para desbloquear o bolsa família.

Bolsa Família Bloqueado: Como liberar o Bolsa Família

Acesso Restrito Bolsa famíliaQuando isso acontece você deve aguardar um pouco para que o Governo Federal lhe envie uma carta com a informação detalhada do bloqueio do beneficio e o seu respectivo motivo que justifique tal interrupção. Além disso, na própria carta constam as orientações necessárias que você deverá seguir para poder desbloquear o seu beneficio.

Se, por outro lado, você acabou descumprindo alguma regra do programa Bolsa Família 2018 deve apresentar a sua justificativa o mais rápido possível como um recurso no setor responsável pelo programa em sua cidade. Neste documento, é essencial que tenha a devida explicação do descumprimento ou então a identificação de algum erro observado para que, ao final se acrescente a solicitação do desbloqueio do beneficio.

Pode acontecer que ainda sim você tenha alguma dúvida sobre as ações de bloqueio do programa. Sendo assim, você pode procurar o a pessoa ou setor responsável pelo programa na cidade para que possa verificar a sua situação e te orientar quanto aos procedimentos que devem ser realizados o quanto antes para o pedido de desbloqueio.

Aproveito para te lembrar de que em casos de bloqueio do programa é necessário que você busque resolver a questão o quanto antes, uma vez que o prazo máximo de regularização dada é de seis meses, caso o contrário, você poderá ter o benefício cancelado definitivamente. Além disso, beneficiários com o benefício bloqueado verão a mensagem de “Bolsa Família Acesso restrito” toda vez que tentarem efetuar o saque do benefício, ou consultar o saldo do programa.

Como desbloquear o Bolsa Família

Como Desbloquear o Bolsa famíliaÉ claro que nenhum beneficiário quer perder essa importante assistência oferecida pelo Governo. Para não correr o risco de ter o seu beneficio bloqueado você deverá manter os seus dados cadastrais atualizados, uma vez que em muitos casos as famílias ficaram sem receber devido a algum problema como endereço desatualizado ou falta de algum dado básico no cadastro.

Ou seja, o que parece ser tão banal na verdade não é, pois através dos seus dados cadastrais que o Governo analisa o seu caso e mantém contato contigo. Desta forma, mantenha os dados atualizados e sempre que houver alguma alteração dirija-se até o responsável do programa no seu município para comunica-lo, assim como fazer as devidas atualizações necessárias.

Além deste fator, existem outros que podem influenciar e bloquear o bolsa família de algum grupo familiar como é o caso da análise da renda per capita, o qual poderá ser verificado periodicamente até mesmo para observar quem já conseguiu melhorar financeiramente a ponto de não precisar mais do beneficio. Para consultar o Saldo Bolsa Família, também é necessário que seu benefício esteja em situação regular.

Em qualquer situação diferente dos dados cadastrais será conhecido quando você receber o comunicado do Governo ou procurar a orientação do profissional responsável pelo programa na sua cidade.

O valor bloqueado poderá ser recebido no desbloqueio?

Essa é uma dúvida bastante comum, afinal de contas o beneficiário vinha recebendo regularmente e de repente ficou sem o dinheiro do programa. Saiba que independente do motivo que levou o bloqueio do seu beneficio, os valores ficam “quietos” até que a situação seja devidamente regularizada.

Quando tudo volta ao normal você tem o direito de sacar até três parcelas do beneficio referente ao total que foi bloqueado. Por isso é importante que logo que perceba o bloqueio do seu beneficio que procure resolver o problema o quanto antes para não ser prejudicado, certo?

Aproveite para curtir e compartilhar este artigo com os seus amigos.

Bolsa Família 2018

O Bolsa família é uma das iniciativas de distribuição de renda mais importantes no Brasil, pois foi o responsável por tirar milhares de famílias da situação de pobreza e miséria. Esse ano, o Bolsa Família 2018 conta com algumas novidades, como o calendário atualizado do benefício, aumento do bolsa família, e mudanças em algumas regras. Que ficar por dentro de todas as novidades do Bolsa Família 2018? Confira a seguir no post!

Bolsa família 2018
Bolsa família 2018 – Calendário, Valor, Quem tem direito

Com tantas mudanças acontecendo no cenário político e econômico brasileiro muitas pessoas ficam receosas que os programas do Governo Federal possam sofrer alguma alteração que venha a prejudicar os seus beneficiados.

É muito provável que os chamados cortes não ocorram, mas sim os pequenos ajustes nos valores de cada benefício para acompanhar o valor do salário mínimo como nos anos anteriores para que as famílias assistidas possam manter o seu poder de compra, caso o contrário, não conseguirão arcar com as despesas imediatas.

E agora com o início do ano e muitos gastos a serem realizados é importante que você fique atento as novas informações como o novo calendário de pagamentos e o valor do beneficio a ser pago às milhares de famílias assistidas pelo Bolsa Família. Confira tudo isso a seguir.

Calendário Bolsa Família 2018

Boa noticia para quem estava ansioso para conferir o novo calendário Bolsa Família 2018 que acabou de ser atualizado pela Caixa Econômica Federal. Como nos anos anteriores, os pagamentos foram mantidos para a segunda quinzena de cada mês, e cabe a você conferir em qual data poderá realizar o saque do seu beneficio.

Calendário Bolsa Família 2018
Calendário Bolsa Família 2018

Como se sabe, as datas do Calendário Bolsa família 2018 são organizadas de acordo como último dígito do seu beneficio, ou seja, o NIS (Número de Identificação Social) que vai de 1 a 0. Por outro lado, não custa lembrar que você tem o prazo de até 90 dias para fazer o saque do seu beneficio, senão ficará sem o direito de receber a parcela que lhe compete.

Uma dica é anotar as datas ou mesmo imprimir o calendário de pagamentos para não correr o risco de acabar esquecendo e deixar o prazo correr ou precisar enfrentar alguma fila para receber o seu pagamento.

Bolsa Família

O Bolsa Família é um programa que auxilia e beneficia diversas pessoas em situações de pobreza, esse auxilio é através de um custo determinado pelo situação da família. A maneirde participar do programa é indo até a Secretaria de Assistência Social da sua cidade, com os documentos precisos.

Este programa tem uma série de objetivos, o principal deles é auxiliar as famílias cadastradas das seguintes maneiras:

  • Combatendo a fome e promovendo a segurança alimentar e nutricional;
  • Combatendo a pobreza e outras maneiras de privação às famílias;
  • Promovendo o acesso a admissão à assistência social, educação, segurança alimentar, saúde, e aos serviços públicos.Calendário Bolsa Família 2018

 

Valor Bolsa Família 2018

Entrar em um novo ano significa fazer o reajuste dos Calendário Bolsa Família 2018valores como é o célebre caso do salário mínimo. E no caso do Bolsa Família não é diferente, pois os novos valores já foram divulgados como você pode observar a seguir:

  • O valor do bolsa família 2018 referente a cada criança que faz parte de um grupo familiar é de R$ 39,00 (um aumento de R$ 4 em relação ao ano anterior);
  • O valor referente a cada jovem que faz parte de um grupo familiar é de R$ 45,00 (um aumento de R$ 3 em relação ao ano anterior);
  • O valor referente à família para a superação da pobreza é de R$ 85,00 (um aumento de R$ 8 em relação ao ano anterior).

Para se ter ideia, o programa Bolsa Família atende mais de 50 milhões de brasileiros que podem contar com esta importante renda para arcar com os seus gastos mais urgentes. E com este aumento de 12,5%, o Governo agora conta com o valor de 2 bilhões ao ano como despesa com os chamados gastos públicos que envolve o pagamento dos vários benefícios por ele mantidos, mas que é necessário para garantir a dignidade humana de cada cidadão.

Para consultar o saldo do Bolsa família, acesse a página do link.

Bolsa Família Bloqueado

Acesso Restrito Bolsa famíliaUma das maiores preocupações das famílias brasileiras assistidas pelo Bolsa Família é ter o seu beneficio bloqueado, o qual pode ocorrer devido a falta ou desatualização de um dado cadastral.

Para evitar esse problema e poder contar todos os meses com o seu beneficio é só manter os dados do seu cadastro devidamente atualizados, mas se acontecer o bloqueio do Bolsa Família é recomendável que faça o seguinte:

Aguarde o envio do comunicado oficial realizado pelo programa do Governo através dos Correios, pois neste documento irá constar que o seu beneficio foi bloqueado, o motivo tomado para tal ação e as orientações necessárias que você deverá seguir para poder fazer o desbloqueio, ou ficará com acesso restrito ao programa.

Em seguida, você deve procurar o órgão ou profissional responsável pelo Bolsa Família na sua cidade para que ele possa te auxiliar a resolver o problema para que o seu beneficio volte a ser liberado. É importante lembrar que você tem o prazo máximo de 6 meses para resolver o problema, caso o contrário terá o seu beneficio suspenso permanentemente.

Como sacar o Bolsa Família

Para sacar o Bolsa Família é preciso somente apresentar nas agências da Caixa Econômica Federal ou Casas Lotéricas o seu Cartão Bolsa Família ou então o Cartão Cidadão junto com um documento de identidade, o qual deve ser levado como segurança, pois poderá ser pedido ou não pelo atendente.

Em caso de dúvida e só ligar para 0800 725 7474 ou então deixar a sua pergunta nos comentários abaixo que irei te responder.

Como Participar?

Se você deseja participar do programa Bolsa Família, deverá realizar uma inscrição no CadÚnico (Cadastro Único). Normalmente em cada município há uma pessoa responsável por essa inscrição, o gestor municipal do calendário do bolsa família é quem realiza as atualizações de informações dos grupos familiares e quem realiza o cadastro.

Os cidadãos acham que a inscrição no Cadastro Único irá lhes garantir a entrada no program Bolsa Família, mas isto não garante nada. O critério para a entrada no programa é a partir dos dados informados no cadastro único, selecionando as famílias através de um sistema informatizado.

Cadastro Único

O cadastro único é um programa que confere os dados e informações sobre os grupos familiares, além de identificar nos municípios as famílias de baixa renda e que estão em condições precárias. As únicas famílias que podem ter direto ao programa são as que receberam até meio salário mínimo por integrante.

Se você deseja se cadastrar, saiba que o processo é muito simples, basta comparecer a prefeitura da sua cidade e levar os seus documentos pessoais.

Calendário Bolsa Família 2018

Depois que você estiver cadastrado no CadÚnico, é necessário realizar a solicitação no programa bolsa família. Para esse processo, o titular responsável deverá apresentar os documentos a seguir:

  • Fatura de Luz;
  • Comprovante de Renda;
  • Certidão de Casamento ou Nascimento;
  • Carteira de Trabalho;
  • Título de Eleitor;
  • CPF;
  • Identidade/RG.

Os documentos necessários que deve ser apresentado para filhos ou dependentes são:

  • Atestado de Frequência Escolar;
  • Identidade (RG) ou Certidão de Nascimento.

Para saber se você foi aprovado a participar do programa, entre em contato com o responsável pelo programa Bolsa Família de sua cidade ou através da agência da Caixa Econômica.

Pagamento

O pCalendário Bolsa Família 2018agamento do bolsa família é retirado através do cartão cidadão, cartão o qual é entregue para os selecionados no programa através dos Correios. Esse cartão possui o nome do responsável pelo grupo familiar.

Se a sua família for uma das selecionadas a participarem do programa, você receberá um valor de pagamento de acordo com a sua situação financeira.

Para saber se a sua família possui o direito a receber o benefício, você deve acessar o seguinte site: www.beneficiossociais.caixa.gov.br, e selecionar a maneira de consulta que você deseja. As opções de consulta são:

  • Consulta benefícios por família;
  • Consulta benefícios por UF;
  • Consulta benefícios por município.

Após realizar a escolha do modo de consulta, você deverá preencher um formulário com seus dados pessoais.

A agência da Caixa Econômica Federal é a responsável por grande parte dos processos do program Bolsa Família, é ela que divulga o novo calendário do programa, entrega os cartões, realiza o pagamento do benefício mensalmente e registra as senhas.

Aplicativo Bolsa Família

Se vocCalendário Bolsa Família 2018ê faz parte do programa Bolsa Família e deseja ter informações, sobre o dinheiro, a data do pagamento, entre outras coisas, de forma mais rápida, você precisa conhecer o aplicativo do programa.

Dessa maneira, ficará muito mais fácil e prático controlar as suas finanças e você ganhará muito mais tempo do que realizando uma ligação ou indo até uma agência da Caixa Econômica Federal, banco parceiro deste programa social.

Este aplicativo foi lançado pelo Governo Federal para facilitar você beneficiário a consultar os seus dados, permitindo que em pouco tempo você tenha acesso ao seu cadastro.

O aplicativo do bolsa família está disponível para diversas plataformas de celulares, como o sistema operacional Android, iOS e Windows Phone. Com tantas opções você não tem mais nenhuma desculpa para não utilizar o aplicativo.

Bolsa Família Acesso Restrito

Graças ao Bolsa Família que milhares de brasileiros tem a oportunidade de saírem de uma atuação condição financeira bastante desfavorável para outra melhor. O programa é considerado o maior em transferência de renda direta do mundo e já foi reconhecido por diversas nações. Neste artigo vou abordar um assunto muito importante sobre o programa que é o Bolsa Família Acesso Restrito. Caso não conheça sinta-se o meu convidado para me acompanhar pelos próximos parágrafos aonde irei te explicar tudo.

Bolsa Família Acesso Restrito
Bolsa Família Acesso Restrito

As famílias beneficiadas pelo programa são aquelas que se encontram em situação de vulnerabilidade social e econômica, e que possuem renda bastante inferior se comparado com o valor do salário mínimo. O benefício é pago 1 vez por mês, através do chamado Calendário Bolsa Família 2018, divulgado pela Caixa Econômica, em parceria com o MDSA.

Com o Bolsa Família 2018, é possível comprar alimentos, roupas ou mesmo medicamentos urgentes, tendo em vista que ele ampara as famílias necessitadas todos os meses com o intuito de que em breve não precisem mais do programa, e que possam garantir uma vida melhor e com mais fartura.

O que é Bolsa Família Acesso Restrito?

Como todo sistema de dados e informações, o programa do Bolsa Família 2018 armazena diversos dados referentes a todos os seus beneficiários e, por medida de segurança, não ficam disponíveis à consulta e visualização pública para que nenhum aproveitador ou golpista possa aproveitar da situação e utilizar estes mesmos dados com más intenções.

Deste modo, o acesso restrito nada mais é do que uma espécie de mensagem de erro que é exibida no portal do programa Bolsa Família a cada vez em que uma consulta for realizada por um usuário que não possui permissão para fazer o devido acesso.

Semelhante a outros programas é necessário que você esteja cadastrado e tenha uma senha de acesso para poder visualizar integralmente todas as informações. Vale lembrar que os dados do Bolsa Família são disponibilizados para o acesso público, porém os detalhes de cunho individual que se refere aos grupos familiares são de inteira exclusividade dos auditores do Governo Federal para a realização de consulta Bolsa Família e checagem de dados relacionados diretamente ao programa.

Os dados de acesso público

Na internet é possível visualizar vários dados relacionados ao pagamento do Bolsa Família como é o caso do Portal da Transparência que apresenta os dados por estado, região, cidade e por pessoa sem a necessidade de se fazer o login ou digitar alguma senha de acesso.

Porém, dados específicos de um usuário como, por exemplo o número do CPF, endereço e a situação familiar são vetados ao acesso por meio de cadastro realizado (login e senha). De certa forma, os dados de Acesso Restrito só podem ser visualizados pelo próprio usuário ou então por profissionais municipais, estaduais ou federais que atuam diretamente no programa como é o caso de gestores, prefeituras, assistentes sociais e membros do Governo Federal.

*Nota: Não confundir com Bolsa Família Bloqueado. O bloqueio do bolsa família é quando o governo paralisa um benefício para fiscalização dos dados cadastrados.

Os dados de Acesso Restrito do programa Bolsa Família

Acesso Restrito Bolsa famíliaOs dados de Acesso Restrito são as informações detalhadas de cunho pessoal e sigiloso que envolve as pessoas que fazem parte do programa Bolsa Família, assim como o seu endereço, número do CPF, informações pessoais que dizem respeito ao grupo familiar e demais números de documentos pessoais.

Estes dados devem estar bem guardados para que cibercriminosos não tenham acessam para não roubar e nem dar golpe nos usuários. Desta forma, o sistema desenvolvido para coleta e armazenamento de dados referentes ao programa Bolsa Família é seguro, pois foi desenvolvido por uma excelente equipe do Governo que o monitora constantemente.

  • Nota: Beneficiários do programa com o Benefício bloqueado não vão conseguir consultar o Saldo do Bolsa Família. Isso porque o CADÚNICO só permite a consulta de benefícios em situação de regularidade. Para consultar seu saldo verifique se eles está regular.

Os dados restritos que estou te falando neste artigo são aqueles mesmos que você forneceu na hora de fazer o cadastro no CadÚnico, o programa de cadastro de benefícios unificado pelo Governo Federal. E não custa lembrar que as regras criadas para o cadastramento de pessoas no Bolsa Família envolve os seguintes itens, a saber:

  • O cadastro só pode ser feito por um usuário e seu respectivo CPF;
  • O acesso aos dados do programa só é permitido aos gestores do Bolsa Família, os quais podem fazer as devidas alterações cadastrais fornecidas pelos usuários com o intuito de manter os dados atualizados e assim evitar qualquer possibilidade de bloqueio no recebimento do beneficio;
  • Os beneficiados do programa Bolsa Família podem realizar a consulta de seus dados através do sistema da Caixa Econômica Federal, porém não podem fazer a consulta dos dados que se referem a outras pessoas.

Agora que você já sabe como funciona o Acesso Restrito compartilhe esse artigo com os seus amigos nas redes sociais. Até a próxima!